22 de jan de 2014

Contra o aumento abusivo do IPTU em Diadema

Prof. Ivanci dos Santos

O PSTU repudia o aumento abusivo do IPTU em Diadema aprovado pela Câmara Municipal e pelo Prefeito Lauro Michels (PV) e se coloca ao lado do conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras de Diadema em luta contra este aumento.

O reajuste mínimo previsto é de 17% em relação a 2013, o que corresponde a quase o triplo da inflação do período.  Em alguns casos chega a 100% e até 800% de aumento.

A realidade das cidades expressa a contradição dos interesses de uma minoria privilegiada em detrimento da maioria explorada. Ano a ano os governos, desde o Governo Federal com Dilma até os governos estaduais e municipais do PT, PMDB, PSDB e outros vêm concedendo isenções aos grandes empresários, como a redução de IPI que provocou uma perda de R$ 23,5 bilhões a estados e municípios¹, dinheiro que poderia ser investido em saúde, moradia e educação. Enquanto para a maioria da população estes mesmos governos fazem aumentar o custo de vida com, aumento das tarifas de transportes e como estamos vendo agora em Diadema o aumento abusivo do IPTU.

Os problemas vividos pela população em Diadema não é resultado exclusivo de um ano de gestão de Lauro Michels do PV mas a soma dos anos anteriores das gestões do PT. O PT por 20 anos governou essa cidade em alianças com os empresários e os demais partidos da burguesia. Preferiu se aliar com estes setores a apostar na mobilização dos trabalhadores para transformar nossa cidade. A administração municipal sempre pagou regularmente a dívida do município que se destina, em última instância, a garantir os pagamentos do governo federal aos grandes bancos credores da dívida externa e interna. Nada diferente do que faz hoje Lauro Michels. A situação da Câmara Municipal ilustra bem esta realidade: os antigos aliados do PT hoje estão com Lauro Michels para manter seus privilégios políticos. Todos eles, Michels e PT não estão preocupados com o bem estar dos trabalhadores e sim com a sua permanência no poder.

É importante lembrar que depois de 20 anos a população buscou uma alternativa querendo mudanças e melhorias na cidade, infelizmente no jogo eleitoral burguês, na maioria das vezes só quem consegue aparecer para toda a população são os candidatos financiados pelos grandes empresários, por isto Lauro Michels ganhou as eleições e vem governando a cidade para os mais ricos como fazia o PT.

É preciso construir uma forte luta contra o aumento do IPTU e por mais investimentos na saúde, educação e moradia.

Em 2013 todos nós vimos o poder que tem a mobilização da população nas ruas. É preciso ampliar esta mobilização em 2014. Com os trabalhadores e a juventude nas ruas será possível mudar a situação da nossa cidade e do país.

Para que a mobilização avance é preciso que os trabalhadores e trabalhadoras de Diadema assumam a frente desta luta através das suas associações de moradores e organizações e não tenham nenhuma ilusão nos velhos partidos que governam e governaram nossa cidade. 
Arinete Barroncas e Ivanci dos Santos no ato contra o aumento do IPTU em 20/01/2014
O PSTU defende:
  •  Imediata revogação do aumento do IPTU!
  •  Isenção da cobrança para as famílias que têm renda até três salários mínimos!
  • Sobretaxação dos empreendimentos imobiliários voltados à especulação!
  • Mais investimentos na saúde, educação e moradia.
  • Nem a direita, nem o PT são alternativas, queremos Diadema para os trabalhadores!



¹ Segundo levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM)