20 de nov de 2013

Dia da Consciência Negra nas ruas!


20 de outubro, Dia da Consciência Negra. Em 20% das cidades do país é feriado, mas em todas deveria ser um dia de luta. Luta de toda a classe trabalhadora, que é em grande parte negra, luta das mulheres que sabem que tudo que têm que enfrentar, recai com ainda mais força sobre as mulheres negras, e luta da juventude, pois os jovens negros têm sofrido um genocídio em nosso país.

No ABC será feriado em todas as cidades e as prefeituras do PT (em São Bernardo, Sto André e Mauá) ou de outras legendas vão se esforçar em fazer shows, palestras, filmes e tudo mais para mostrar como cada umas de suas gestões está fazendo muito para combater o racismo e melhorar a qualidade de vida da população negra.

Nós do PSTU ABC percebemos que tudo isso são jogos de palavras, são manobras contábeis, perfumarias, enfim... os negros e negras seguem sendo maioria nos piores empregos, como trabalhadores informais, domésticas, terceirizados. Dependem mais dos serviços públicos de saúde, educação e transporte e, por isso, são mais afetados pela má qualidade de cada um deles. Possuem os piores salários e são maioria nas periferias onde vivem acuados entre a violência policial, a violência do estado e a do tráfico de drogas. Para subverter essa lógica as prefeituras da região, Alckmin e Dilma precisam fazer mais do que discorrer belas palavras e criar secretarias especiais que não têm recursos nem autonomia para nada. É preciso cortar no lucro dos empresários e dos banqueiros, no lucro dos empresários do transporte e da Fundação ABC que domina a saúde pública na nossa região, nos lucros dos donos das universidades privadas, e aplicar mais recursos nos serviços públicos, punir com seriedade os atos de racismo, utilizar os recursos do Prouni para ampliar vagas nas universidade públicas, garantindo cotas raciais na mesma proporção da população negra de cada estado e também uma forte política de assistência estudantil. Enfim, sabemos que o racismo que massacra o povo negro tem mais de 500 anos de história em nosso país, e para combate-lo será necessária muita luta e uma transformação social que o PT não está disposto a fazer.

Por isso convidamos todos que lutam contra o racismo a participar do Ato contra o racismo e o genocídio do povo negro, que ocorrerá no dia 20, a partir das 10h na rua Coronel Oliveira Lima em Santo André.